O que procura?

O que é a farmacovigilância e qual a sua importância?

Blog SGS PortugalIndústria Farmacêutica22 Mar 2023

Autora:
Rita Costa
Cosmetics & Hygiene Coordinator da SGS Portugal

Importante ferramenta de saúde pública, a farmacovigilância é fundamental para proteger pacientes e garantir a segurança dos medicamentos em circulação.

O Que É a Farmacovigilância?

A farmacovigilância corresponde a um conjunto de sistemas de monitorização e meios de investigação capazes de identificar, avaliar e minimizar os riscos associados ao uso de medicamentos comercializados num determinado mercado.

Por outras palavras, a farmacovigilância traduz-se por um conjunto de ações, desde a recolha de informação relativa a efeitos adversos causados por medicamentos e registadas por médicos e pacientes, à investigação laboratorial necessária para conhecer as suas causas e efeitos, passando ainda pela informação aos profissionais de saúde e à indústria farmacêutica sobre os riscos identificados, e a recomendações perante o regulador, no sentido de minimizar os riscos para outros pacientes.

Qual É a Importância Da Farmacovigilância?

Dado que os efeitos adversos causados por medicamentos podem resultar numa grande variedade de efeitos, do desconforto momentâneo ou da alergia ligeira até à invalidez permanente ou mesmo à morte do paciente, a segurança dos medicamentos ao dispor da população é um elemento fundamental de saúde pública.

Assim, considera-se que a farmacovigilância é um sistema de responsabilidades partilhadas — começando no regulador e autoridades de saúdes e acabando no paciente, todos os agentes que de algum modo se relacionam com o medicamento têm deveres de informação sobre qualquer caso de reação adversa que conheçam ou que venham a descobrir perante a toma desse mesmo medicamento.

O Que É Uma Reação Adversa a Um Medicamento?

De acordo com o Infarmed, uma reação adversa a medicamentos (também designada por RAM), corresponde a “uma resposta nociva e não intencional a um ou mais medicamentos” que ocorra dentro da toma recomendada para um dado tratamento.

Se a maioria das reações adversas são habitualmente detetadas através de ensaios clínicos antes da devida autorização e comercialização do medicamento, há reações mais raras ou consideradas de efeitos tardios que podem vir a ser conhecidas apenas quando o medicamento já está no mercado.

SE PRETENDE SABER MAIS SOBRE A FARMACOVIGILÂNCIA E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA, DESCUBRA OS NOSSOS CURSOS >>

Para mais informações ou inscrições, por favor contacte:
t: +808 200

Sobre a SGS

Somos a SGS – a empresa líder mundial em testes, inspeção e certificação. Somos reconhecidos como referência global em sustentabilidade, qualidade e integridade. Os nossos 97.000 colaboradores operam numa rede de 2.650 escritórios e laboratórios e trabalham em conjunto para possibilitar um mundo melhor, mais seguro e interligado.

Contacte-nos

  • SGS Portugal - Sociedade Geral de Superintendência S.A.

Polo Tecnológico de Lisboa,

Rua Cesina Adães Bermudes 5, Lote 11, 1600-604,

Lisboa,

Portugal